imagem do onda

Notícias de Bonito MS

Destaque

 A gastronomia de Mato Grosso do Sul é uma mistura de sabores e temperos que vem desde a ancestralidade indígena às influências da fronteira, mas sendo um estado novo ainda busca seu reconhecimento. Para o chef Felipe Caran, embaixador sul-mato-grossense do 2º Circuito Gastronômico “Isto é MS” – Sabores da Terra, o evento promovido pela Companhia de Gás de MS (MSGÁS) é um primeiro passo para se buscar essas referências e valorizar os produtos do Cerrado.

“O Circuito Gastronômico está levantando a bandeira da nossa cozinha regional e sobretudo do Cerrado, que é muito rico em leguminosas, temperos e frutas, como o urucum, pequi, o jenipapo e a guavira”, disse. “O circuito mostra as nossas essências e sofisticação com essa visão e foco nos ingredientes, o que é muito válido, em uma explosão de sabores e pratos criativos, e também que existe uma cultura gastronômica do arroz carreteiro e da carne de sol que traduzem a nossa identidade.”
Esta edição do Circuito Gastronômico, que será realizada de 6 a 21 de maio nas cidades de Campo Grande, Bonito, Corumbá e Três Lagoas, contempla 23 ingredientes locais: baru, pequi, guavira, nicola, carne de sol, mel do Pantanal, linguiça de Maracaju, erva-mate, polvilho azedo e doce, farinha de milho saboró, galinha caipira, pintado, mocotó, miúdos, derivados de búfalo, coentro, pacu, farinha de mandioca de Furnas, palmito/guariroba, mandioca, traíra e sobá.

Rede de sustentabilidade

“Esse ano ampliamos a lista dos ingredientes, incluindo a traíra, muito pescado em nossos rios, e os derivados (carne e leite) de búfalo, mais frutas e o mocotó, usado tanto para o cozido e o ensopado e também na geleia como sobremesa, com a ideia de que as pessoas que trabalham com gastronomia no Estado apontem o que temos de melhorar na nossa produção artesanal de alimentos”, realçou o chef Paulo Machado, embaixador internacional do Circuito Gastronômico.
Machado destacou que o evento, além de agitar a gastronomia do Estado e fomentar o turismo, vem para celebrar e apoiar os restaurantes e similares, os quais, por sua vez, utilizam ingredientes de agricultores de alimentos locais. “Então, entendo que o circuito trabalha toda uma rede de sustentabilidade e hospitalidade, ligando as pessoas que nos visitam a negócios ou a turismo, os participantes, a excelência dos restaurantes e os produtores de alimentos”, comentou.

Com o apoio da Fundação de Turismo de MS (Fundtur), o 2º Circuito Gastronômico “Isto é MS” – Sabores da Terra conta com a realização de Márcia Marinho, que atua no segmento como hunter de novos nomes de chefs, produtos e estabelecimentos e criadora de um dos maiores portais de gastronomia do Estado (Saborise) e do Festival de Carnes de MS; José Marques, apresentador de Festas e Eventos TV, veiculado no site Campo Grande News, TVMS Record e CBN Campo Grande, e realizador do Noiva Fashion e do KidsfashionMs; e do Sindha/MS (Sindicato Empresarial de Hospedagem e Alimentação de Mato Grosso do Sul).

Destaque

 O distrito de Águas do Miranda, distante 70 km de Bonito pela MS-345 (a chamada Estrada do 21 recentemente pavimentada), realiza neste fim de semana a segunda edição do Festival de Pesca Esportiva com uma extensa programação, incluindo shows nacionais e regionais, cursos de gastronomia e praça de alimentação, e a participação de pescadores amadores de todo o Estado.

Promovido pela prefeitura de Bonito com o apoio do Bonito Convention & Visitors Bureau (BCVB) e Governo do Estado de MS, o festival celebra diversos investimentos como o asfaltamento do acesso ao distrito, que potencializará a região pesqueira como mais uma opção de lazer nos destinos turísticos da Serra da Bodoquena. Interligando-se com as BRs 262 e 419, a rodovia se tornará nova rota para se chegar à Capital do Ecoturismo, a partir de Campo Grande, reduzindo a distância em 40 km.

Pesca e natureza

"Com a estrada, vamos inserir o distrito em nossa prateleira de produtos, incluindo a pesca esportiva como novo atrativo, e, ao mesmo tempo, incentivando e qualificando os passeios de natureza da região justamente para atender a esse novo turista que visitará o lugar", explica Juliane Salvadori, secretária municipal de Turismo, Indústria e Comércio.

O Festival de Pesca Esportiva abre nesta sexta-feira (26) com o curso Delícias no Anzol, promovido pela prefeitura em parceria com o Sebrae, às 14h, e show na praça de eventos com Maciel Corrêa e os Ases do Pantanal, às 20h. O dia marca também a entrega dos kits esportivos aos inscritos na competição e abertura da praça de alimentação e artesanato.

Provas adulta e infantil

A prova principal (pesca de adultos) será no sábado, a partir das 7h, com encerramento previsto para às 16h, na modalidade de pesque e solte. Não haverá largada, conforme o regulamento. A partir das 19h, serão aferidos os vídeos com os peixes capturados e, na sequência, divulgação e premiação dos vencedores por equipe. Serão premiados também os três maiores peixes das espécies dourado, de escama e de couro.

O trecho da competição será no Rio Miranda, do trecho a partir da foz do Rio Nioaque até o Pesqueiro do Davi. Os pescadores estão sendo orientados pela Polícia Militar Ambiental quanto aos trechos onde a pesca é proibida (no Rio Nioaque e próximo das cachoeiras e corredeiras, conforme legislação). A programação de sábado encerra-se com os shows de João Haroldo e Betinho e Chrystian.

No domingo (28), acontecerá a prova infantil, das 9h às 11h, no pesqueiro do Hotel Fazenda Genipapo.

Destaque

 A Rota Bonito Serra da Bodoquena, integrada pelos municípios de Bonito, Jardim e Bodoquena, conquistou mais um ganho ambiental na preservação e conservação do bioma Cerrado com a criação de uma nova RPPN (Reserva Particular do Patrimônio Natural) no atrativo Lagoa Misteriosa, um dos passeios mais fascinantes de Mato Grosso do Sul.

Localizada em Jardim, distante 70 km de Bonito, a nova unidade de conservação possui 38,43 hectares que serão preservadas perpetuamente e sua portaria de criação foi publicada no Diário Oficial da União, pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade - ICMBio. A Lagoa Misteriosa faz parte do Grupo Rio da Prata, que opera outros dois atrativos na região: Recanto Ecológico Rio da Prata e Estância Mimosa.

Este ano, o Recanto Ecológico Rio da Prata e a Lagoa Misteriosa foram contemplados com a certificação Climate Positive, concedida pela Green Initiative, instituição internacional que também reconheceu Bonito, a Capital do Ecoturismo do Brasil, como primeiro destino de ecoturismo do mundo em carbono neutro, em 2022.

Legado de conservação

O compromisso do grupo Rio da Prata, empresa associada do Bonito Convention & Visitors Bureau (BCVB), com a preservação ambiental iniciou-se em 1999, com a criação da RPPN Fazenda Cabeceira do Prata, localizada no Recanto Ecológico Rio da Prata, também em Jardim. Em 2013, o grupo mais uma vez demonstrou sua dedicação à conservação ambiental com a criação da RPPN Estância Mimosa.

Esta segunda reserva particular reforçou o compromisso da empresa em proteger e preservar ecossistemas únicos, contribuindo significativamente para a manutenção da biodiversidade e dos recursos naturais da região. Com a RPPN Lagoa Misteriosa, o Rio da Prata marca mais um capítulo importante nesta história de conservação e a promoção do turismo sustentável.

Experiência única

Adquirida em 2005 pela empresa de ecoturismo, a Lagoa Misteriosa é uma das cavernas inundadas mais profundas do Brasil, com visibilidade de mais de 50 metros e profundidade desconhecida. O atrativo oferece passeios de flutuação e mergulho com cilindro e realiza também atividades de pesquisas, educação ambiental e projetos.

Seja para os aventureiros em busca de emoções subaquáticas, os entusiastas da natureza ou os defensores da conservação, a RPPN recém criada promete ser uma experiência única aliado ao compromisso com um futuro sustentável.

Em cada um dos três atrativos operados pelo Rio da Prata são adotadas práticas sustentáveis e oferecida uma variedade de atividades, desde flutuação e mergulho com cilindro até passeios por cachoeiras, cavalgadas e observação de aves.

Destaque

 Com um aumento de 41% neste primeiro trimestre na movimentação de passageiros em relação a 2023, o Aeroporto de Bonito-MS continua em destaque na aviação brasileira.

Melhorias constantes na infraestrutura, equipamentos modernos e uma enorme simpatia está contribuindo para essa expansão, que vem premiando a região com mais voos, levando e trazendo pessoas de cada canto do país e do mundo.

E o resultado de tudo isto está na programação da malha aérea em Bonito-MS para o mês de julho. Voos todos os dias e com saídas de Campinas-SP e São Paulo-SP e já disponíveis nos sites e agências de viagens.

Momento ideal para programar antecipadamente as suas férias, e desfrutar desta comodidade para conhecer um dos lugares mais procurados e desejados do Brasil por seus encantos naturais.

Destaque

 O Festival de Inverno de Bonito é um evento anual que reúne música, gastronomia, cultura e natureza. A programação completa do festival, incluindo datas e horários dos shows, será divulgada em maio. O evento é realizado pela Prefeitura de Bonito, com o apoio do Governo do Estado de Mato Grosso do Sul.

O FIB que será realizado de 21 a 25 de agosto em Bonito, está localizada a 297 quilômetros de Campo Grande. A cidade pode ser acessada por avião, ônibus ou carro.

Este ano estão confirmados, Sandra de Sá, Monobloco, Alexandre Pires, Olodum, Zé Ramalho e Teodoro e Sampaio são alguns dos artistas confirmados para o Festival de Inverno de Bonito 2024, que será realizado de 21 a 25 de agosto em Bonito, a 297 quilômetros de Campo Grande.

Alguns dos artistas foram revelados hoje na WTM Latin America 2024, em São Paulo, pela FundTur (Fundação de Turismo de Mato Grosso do Sul), que marca presença no evento que começou hoje (15) e segue até quarta-feira (17), na Expo Center Norte.

O evento traz mais de 630 expositores – entre destinos, companhias aéreas, operadoras e receptivos. Com o mote “The Future is Open. Be the change”, a WTM espera registrar um aumento de 5% de público.

Além dos estandes, os visitantes da terão acesso a uma programação com seminários, speed networking e debates sobre tecnologia para viagens e Turismo responsável.

Festival de Inverno

Principal festival cultural de Mato Grosso do Sul, o Festival de Inverno de Bonito costuma atrair um público bem fiel, principalmente pelos shows nacionais.

Essa é a 23ª edição do festival, que também inclui uma programação recheada de apresentações teatrais, de dança, exposições de arte e artesanato.

Destaque

 De 15 a 17 de abril acontece uma das mais importantes feiras de turismo da América Latina: a WTM Latin America. O evento B2B de viagens e turismo, será realizado na Expo Center Norte, em São Paulo e oferece oportunidades de negócios, acesso a compradores, influenciadores e profissionais relevantes e qualificados da indústria de viagens e turismo.

Mato Grosso do Sul estará presente nesta 11ª edição e, com apoio do Sebrae MS, com uma caravana com cerca de 30 empresários. O diretor-presidente da FundturMS (Fundação de Turismo de Mato Grosso do Sul), Bruno Wendling, conta como será a participação do turismo do Estado.

“Mais uma vez nossa participação será recheada de novidades e lançamentos. O trade turístico sul-mato-grossense estará em peso num estante inovador, cheio de tecnologia, sustentável e com neutralização de carbono. Farei participação num painel sobre sustentabilidade, onde vou falar um pouco sobre o case de Bonito carbono neutro e faremos também apresentação e capacitação de operadores internacionais”.

Além da participação no painel, a FundturMS realizará capacitações com Hosted Buyers e agentes de viagem. Intitulada ‘Mato Grosso do Sul: ecoturismo responsável, natureza e aventura segura’, a capacitação acontece no dia 16 de abril, no Teatro Transformation, das 09h às 09h50 e das 12h às 12h50, respectivamente. Estão confirmados 50 hosted buyers e 50 agentes de viagens.

Estão previstas também sessões do Speed Networking com a participação do trade turístico sul-mato-grossense nos dias 16 e 17 de abril, das 10h30 às 12h. Em um dia a sessão será com Hosted Buyers e no outro com membros do Buyers´Club.

MS terá um estande físico de 100m², com balcões de atendimento ao público e exposição dos destinos turísticos locais, onde haverá também uma exposição de artes destacando o talento dos artistas regionais Gabriel Gabino e Isaac de Oliveira.

No estande de MS também terá um espaço para Produção Associada, com demonstração de produtos de empresas de Mato Grosso do Sul:

BeeCo, uma marca dedicada a produção sustentável de mel e produtos apícolas de alta qualidade, que está ganhando destaque por praticar uma apicultura sustentável com manejo responsável e compromisso com a biodiversidade
Angí Chocolates, que colhe frutos nativos do Pantanal de forma sustentável e faz inclusão em seus chocolates agroflorestais, feitos do cacau à barra;
Degustação da Di Bonito Cachaça, uma marca de cachaça artesanal de alambique, que trabalha com a valorização da cultura e costumes do Mato Grosso do Sul.
E, com foco nas estratégias e ações que visam reduzir a pegada de carbono, a Fundação de Turismo de MS promove a neutralização de emissão de CO2 durante a WTM LA. Cada participante do evento que passar pelo estande poderá neutralizar carbono preenchendo o "carbonômetro", realizado pela empresa Compensei. É só escanear um QR Code e seguir as orientações.

Lançamentos

Como destaque do lançamento nacional da edição “Águas da Rota Gastronômica Pantaneira” haverá uma ativação gastronômica com a participação dos chefs Marcílio Galeano e Lucas Caslu. O Cooking Show acontecerá no estande do Mato Grosso do Sul (Rua J35), às 15h, durante três dias de evento.

“Também vamos fazer o lançamento do Festival de Inverno de Bonito, que é um evento que acontece já há muitos anos em Mato Grosso do Sul e agora levaremos para o cenário nacional com um grande motivador de gerador de fluxo turístico para o principal destino de ecoturismo do Brasil. Além de outras novidades que quem participar dos três dias de fera vai poder presenciar”, destaca Wendling.

Sobre a WTM LA

São esperados 27 mil profissionais de viagens, influencers, 620 empresas expositoras e mais de cem Hosted Buyers Internacionais, sendo 60% da América Latina e 40% de outros países para participarem de conferências qualificadas, destinadas a estimular discussões e o desenvolvimento do setor. A presença de Mato Grosso do Sul neste evento é uma importante ação de promoção e divulgação do turismo estadual e visa o aumento do fluxo de turistas no destino.

A agenda completa do evento pode ser conferida no www.wtm.com/latin-america/pt-br.html

Destaque

 O Observatório do Turismo e Eventos de Bonito (OTEB), coordenado pelo Bonito Convention, associação mantida pelo trade turístico do destino, realizou uma minuciosa pesquisa para identificar o perfil e os hábitos dos turistas que visitam a região da Serra da Bodoquena nos principais feriados de 2023. Mais de 33% dos 2.776 entrevistados são de Mato Grosso do Sul.

Com apoio da Fundação de Turismo de MS (Fundtur), o levantamento gera informações que apontam não apenas tendências do fluxo turístico em Bonito, Jardim e Bodoquena, como contribui para planejamento futuro de ações para aprimoramento do atendimento, promoção e divulgação dos destinos, na avaliação do presidente do Bonito Convention, Rodrigo Coinete.

Um dos itens do questionário realizado por nove pesquisadores trata da percepção espontânea do turista sobre Bonito, revelando as mais variadas reações e sensações para descrever a experiência vivida em uma palavra, como: lindeza, familiaridade, iluminado, astral lindo, encantador, abençoado, admirável, conexão, Deus, gratificante, fantástico e maravilhoso.

Como chegaram ao destino

Conforme a pesquisa, 33,53% dos entrevistados são do próprio Estado, vindo a seguir São Paulo (23,74%) e Paraná (10,87%), predominando a idade entre 26 e 50 anos (71,68%). Do total entrevistado, 69,50% possuem graduação completa e 45,17% declararam renda média entre 4 a 10 salários mínimos. A maioria (62,54%) visitava Bonito e região pela primeira vez em busca de lazer (83,82%), viagem motivada pelo ecoturismo e belezas naturais (88,89%).

Hotéis e pousadas foram os meios de hospedagem utilizados por 70% dos visitantes, com 42,38% optando por reservas diretas. Informações sobre o destino foram pesquisadas nas redes sociais por 48,80% e 51,47% utilizaram as agências de turismo em algum momento da viagem. O tempo de permanência na região da maioria (51,51%) dos entrevistados foi de 4 a 5 dias, 49,39% fizeram a viagem de carro e 44,59% viajaram em família.

Serviços tem avaliação ótima

Em relação ao período da viagem, 32,07% disseram que visitam Bonito e região nos feriados prolongados, com 34,21% respondendo que a diversidade das atividades é o fator motivador para a escolha dos destinos.

Dentre os mais de 40 atrativos, os mais visitados foram: balneários (22,83% dos visitantes pesquisados), cachoeiras (18,45%) e flutuação (14,96%). O levantamento do Observatório do Turismo e Eventos de Bonito incluiu também o nível de satisfação dos turistas quanto aos serviços ofertados. Infraestrutura recebeu “ótimo” de 31,84% do universo pesquisado; segurança, 64,39%; gastronomia, 61,10%; passeios, 71,90%; e atendimento, 67,44%.