BONITO / MS

31º

21º

quarta, 23 de outubro de 2019

terça, 25 de junho de 2019

Apicultores em Bonito recebem orientações para combate ao Pequeno Besouro das Colmeias

A Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal (Iagro), em Mato Grosso do Sul, promove no dia 27 de junho, a partir das 18h, em Bonito, reunião com apicultores e meliponicultores sobre o Pequeno Besouro das Colmeias.

Bonito Notícias

(Foto: Divulgação)

 A ocorrência do Pequeno Besouro das Colmeias foi detectada em Mato Grosso do Sul por meio de exame de Reação em Cadeia da Polimerase – PCR, conforme laudo oficial emitido pelo Laboratório Nacional Agropecuário – LANAGRO/MG, pertencente ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento – MAPA. A confirmação veio com a análise morfológica de amostras de besouros, realizada pelo Laboratório de Entomologia do Instituto Biológico de São Paulo.

O Iagro orienta que a instalação dos apiários seja realizada em local de solo seco e rígido, para dificultar a multiplicação dos besouros, pede que os produtores mantenham os enxames fortes e inspecionados, adotem boas práticas de manejo apícola, como a raspagem do acúmulo de cera e própolis, substituição de favos velhos e quarentena de novas colmeias e enxames capturados.

Pequeno Besouro das Colmeias

Aethina tumida é originária da África subsaariana e chegou à América pelos Estados Unidos e, em outubro de 2007, foi registrado o primeiro caso em países da América Latina, mais precisamente no México. Conforme informação do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, o Pequeno Besouro das Colmeias foi oficialmente registrado no Brasil em 2016.

Em condições favoráveis de clima e susceptibilidade das colmeias e enxames fracos o besouro pode causar danos e prejuízos. Na fase larval se alimenta dos produtos das colmeias (mel, favos de cria e pólen), afetando a estrutura e organização do enxame. O besouro pode viver na natureza, sobreviver até duas semanas sem comer, voar até 13 quilômetros de distância de seu ninho, sendo capaz de se dispersar rapidamente e invadir novas colmeias.

Participe da reunião. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (67) 32555-1481.

COMENTÁRIOS

Site desenvolvido por: